Atenção ao usar o bebê-conforto fora do carro

Levar o filho ao supermercado, shopping e à lanchonete pode até ficar mais fácil, mas é preciso tomar cuidado para o bebê não se machucar.

 

Uma pesquisa americana publicada na revista Pediatrics, da Associação Americana de Pediatria, mostra que aproximadamente 9 mil bebês por ano são encaminhados ao hospital por causa de acidentes que acontecem fora do carro relacionados ao bebê-conforto. Uma das razões apontada pelo estudo é que os pais colocam os bebês em mesas e bancos, na altura dos olhos, mas longe do chão, e acreditam que os filhos ainda não têm coordenação motora o suficiente para se mover e cair. O problema é que, muitas vezes, os bebês aprendem a ser virar de uma hora pra outra e pegam os pais de surpresa.

Os riscos da queda são muitos. “Se a criança cair do bebê-conforto pode sofrer fraturas pelo corpo e se bater a cabeça, traumatismo crânio-encefálico. Caso a queda seja de lado, ele cai sobre o braço e pode ter uma fratura localizada” diz Hamilton Robledo, chefe da pediatria do Hospital São Camilo Santana (SP). Para ele, além dos pais evitarem colocar o acessório na altura dos olhos, não é recomendável que o bebê-conforto seja utilizado em crianças maiores de 4 meses, pois elas possuem mais mobilidade e risco de cair caso haja algum descuido.

Uma opção ao sair de casa é o carrinho de bebê, pois a criança precisaria fazer um movimento muito maior para conseguir se soltar, o que permite aos pais perceberem a tempo de evitar qualquer queda. “O bebê-conforto é frágil e não tem uma estrutura de sustentação. Se o bebê balançar, ele cai para o lado. Outra forma mais segura seria a mãe adequar um espaço, colocar um edredom no chão e deixar a criança ali”, diz o pediatra.

Bebê conforto não é acessório de carrinho!

Este é o principal erro que vejo os pais cometerem e é um erro gravíssimo. A cadeirinha de carro, chamada no Brasil de bebê conforto, é antes de mais nada um item de segurança e foi feita para ser usada DENTRO DO CARRO. A grande maioria dos bebês confortos são compatíveis com os carrinhos e trazem uma grande comodidade quando os bebês estão dormindo e queremos sair do carro rapidamente sem acorda-los. Porém, o bebê não deve ficar mais de 2 horas seguidas num car seat, isso contando o tempo que ele passa no carro. Ou seja, car seat no carrinho, só para situações extremamente rápidas!

Isso porque a posição em que o bebê fica dentro do bebê conforto não é natural para eles e é adequada apenas para evitar danos e mortes em acidentes de carro. Portanto, bebê conforto acoplado no carrinho, é para um uso esporádico e rápido. Quando fizer viagens longas, pare e tire o bebê do carro e de um tempinho para ele se alongar, se movimentar e respirar melhor.

A posição em que o bebê fica no car seat, se usada por longos períodos, atrapalha o desenvolvimento do sistema gastrointestinal, pode prejudicar o desenvolvimento da coluna, induzir a problemas respirátorios e contribuir para o achatamento da cabeça do bebê.

Por quê o bebê fica virado para trás?

Porque esta é a posição mais segura para qualquer pessoa, de qualquer idade, andar em um carro. E os bebês e crianças até 4 anos ficam 5 vezes mais seguras quando nesta posição.

Quando virados para frente, qualquer pessoa é jogada em direção ao objeto que se chocou com o carro e a cabeça é jogada na mesma posição. Em uma batida de frente ou de trás, a cabeça é jogada para frente e depois para trás rapidamente, com uma violência absurda, fazendo um efeito de chicote. E isso no caso de bebês, mesmo com uma batida fraca ou até uma freada brusca, pode ser fatal, afinal a cabeça dos bebês é proporcionalmente muito maior que a de um adulto e num movimento destes, ela é jogada com uma violência 4 vezes maior se comparada a de um adulto. Além disso, o bebê não tem musculatura no pescoço suficientemente forte e sua coluna vertebral se estica muito, muito mais. Ou seja, uma batida com a criança ou bebê virado para a frente, mesmo usando uma cadeirinha, pode ser fatal ou causar paralisia.

Fonte: Revista Crescer
Edição: F.C.
12.07.2010

Gostou? Compartilhe em suas redes

Busca no blog
Busque sobre uma postagem ou assunto.

Nuvem de Tags

Outras notícias

A Maternidade do Vitória Apart Hospital  oferece à gestante uma estrutura completa para atendimento e atenção no processo do nascimento.